[Coluna NES] “Mete dança, foco, perseverança, tolerância e respeito”

Nascido e criado no Candeal, em Brotas, Élton Jackson estudou na escola onde sua mãe trabalhava, no Nordeste de Amaralina. Até hoje mantém suas amizades na comunidade. Desde bem pequeno, já ouvia seu pai tocar percussão e com 10 anos de idade ingressou na “Vai que Vem”, banda que Carlinhos Brown criou antes da Timbalada.

            Chegou a jogar na divisão de base do Vitória, mas em 1993 a música falou mais alto e ele entrou para a Timbalada – onde teve seu coração arrebatado pelo Timbal e permaneceu por 25 anos. Tanto tempo de convivência e de amizade o levou a aceitar de imediato o convite para integrar a banda de Denny Denan,  “DD Band”.

            Vontade não faltava para construir carreira solo, mas ficou sem coragem por muitos anos. Até o dia em que resolveu focar, ter paciência e se aprimorar nas composições. Em 2019 lançou o EP “Pegada Sinistra”. É extremamente eclético em seus gostos musicais: curte rap americano, música latina, africana, cubana e brasileira, claro. Em sua playlist estão 50 Cent, Snoop Dogg, Giovanni Hidalgo, Gilberto Gil, Marisa Monte, Moraes Moreira, Caetano Veloso, entre outros.

            A gravação do “clip” da música “Mete Dança”, seu mais recente trabalho, foi fruto de um verdadeiro esforço de equipe em meio a todas as restrições causadas pela pandemia. “Estou muito feliz com o resultado. Além de falar de um assunto recorrente em nosso meio, com uma mensagem forte, o ritmo também contagia! Através da música, eternizamos nossos pensamentos. Foi uma vitória muito grande conseguir expressar minha musicalidade partindo da minha raiz, da minha cultura, da minha negritude. Vai ficar marcado na minha história, isso não tem preço! Já estou pensando em chamar alguns amigos para participarem da gravação de um novo EP : “Articulado”. Preciso celebrar tudo isso! Mesmo com toda a dificuldade que tive com a pandemia, uma hora vou precisar celebrar o que consegui! Fiz várias composições, além de novas convenções para a DD Band, podem esperar!”, afirmou Élton.

            Sobre família e religião, o Maestro dá uma verdadeira aula de tolerância e convivência: “Família é a base de tudo, a nossa raiz. Somos o que nossa família passou para a gente. A minha base é o Candomblé, até pelos nossos antepassados. Acho que cada família de Salvador tem a base no Candomblé, não tem pra onde fugir, nossa raiz é muito forte. Tenho familiares católicos e já visitei a Igreja Batista, Testemunhas de Jeová etc.  Respeito todas as religiões”.

            Junto com sua prima, nossa querida percussionista Ratinha (viva a mulherada!), desenvolveu uma oficina de percussão e conseguiu reunir alunos de diversas profissões. “Pra quem gosta de música, quer aprender e se divertir, pode aguardar que assim que a pandemia acabar, nós voltaremos”, disse.

            Lição da coluna de hoje: como em tudo na vida, a gente precisa ter perseverança e foco. Élton não nasceu sabendo tocar Timbal e hoje é um verdadeiro MESTRE. Foram anos de esforço, de aprendizado, horas e mais horas de estudo. Com raríssimas exceções, ninguém consegue o sucesso facilmente, em qualquer carreira que tiver escolhido. Para quem é da comunidade e da periferia, pode multiplicar essa dificuldade por mil. Exatamente como Élton disse em sua música, “Mete Dança”: “Somos um povo preto de muita luta e muito amor. Resistência sempre, ainda não acabou, desde a época do nosso tataravô (…) A nossa luta não acaba por aqui,  sempre na mesma batalha, desde a época da Lei Áurea. Tô sem calma, toda hora tem que explicar que, além da nossa cor, temos sangue e alma iguais às outras raças (…) Acredito que Jesus né branco, não. Ele vem da África e, no Brasil, ele é um bom malandro que mora na quebrada… É mulher, é criança, anda de black, careca ou de trança! Divide o pão com amor e não com arrogância! Nosso povo tem todo valor… Abençoado por Ogum, Exu, Oxalá e Xangô… Banhado por Oxum, Yemanjá… Orixá é amor (…) Acredito no Deus que dança e que olha pras quebradas!”

            Eu também!

            Quer dar uma olhada no “clip” e mexer o corpitcho? Vá em https://www.youtube.com/watch?v=muILT0_1s2o&feature=youtu.be

            Siga @eltonjacksonn nas redes sociais!

            Se você quer sugerir um artista para falarmos sobre seu trabalho, converse comigo por direct! Vamos valorizar nossa cultura! Nossos artistas são os melhores do mundo! Nossa terra é a melhor do mundo! (Falou a carioca que tem a certeza de que nasceu no lugar errado, rs. Eu queria TANTO ter nascido aqui, gente! Tanto!).

COMPARTILHAR
Carioca, torcedora do Flamengo e do Bahia, vivendo em Salvador desde 2013. Analista de Redes em Mídias Sociais, Bacharela em Relações Internacionais. Depois que quarentou, resolveu ser estudante de História e de Letras. Ninguém é obrigado a ter um só caminho, uma só direção, uma só opinião.