Bacelar lamenta morte de criança baleada no Nordeste de Amaralina: “mais uma família de luto”

Em nota enviada ao Nordesteusou, o deputado Bacelar (Podemos/BA) se manifestou sobre a morte do menino Ryan, de apenas 9 anos, no bairro do Vale das Pedrinhas, Nordeste de Amaralina. O garoto foi baleado dentro da própria casa pela polícia militar, na noite desta sexta-feira (26). Moradores do local afirmam que a Polícia já chegou atirando. A Polícia Militar, por sua vez, informou, em nota, “que militares da 40ª Companhia Independente da PM (CIPM/ Nordeste de Amaralina) estavam fiscalizando possíveis aglomerações e outros desrespeitos aos decretos da pandemia quando começou o confronto com bandidos”.

“Mais um inocente perde a vida, os sonhos. Mais uma família de luto. Ryan estava dentro de casa, onde todos acreditam ser um lugar seguro. Estamos de luto” lamentou.

Bacelar criticou a ação da PM dentro dos bairros periféricos ao classificar como truculenta e racista. Para ele, é preciso mudar as políticas públicas de segurança e punir os responsáveis pelo genocídio da juventude negra. “Ryan entrou para as estatísticas, mas infelizmente será esquecido pelas autoridades. Jamais pela família. Precisamos mudar isso, punir os responsáveis para, quem sabe, conseguirmos ações mais humanitárias e menos violentas”.

COMPARTILHAR
Tiago Queiroz
Graduado em Comunicação/Jornalismo, e exerce as funções de Editor e Coordenador de Jornalismo do Portal NORDESTeuSOU