#CasoRyan – Presidente municipal do PT se manifesta sobre morte do garoto: “ações necropoliciais”

O presidente do PT de Salvador, Ademario Costa se manifestou sobre o caso do garoto Ryan Andrew, morto durante uma ação da Polícia Militar na noite desta sexta-feira (26), no Vale das Pedrinhas. De acordo com testemunhas, Ryan brincava na varanda de casa quando foi alvejado.

“Precisamos interromper definitivamente estas ações necro policiais que nada tem a ver com política de segurança pública. Na verdade são a parte mais evidente do uso da força do Estado para o controle dos corpos negros, para nos dizer qual é o nosso lugar na sociedade para quantificar e valorar o preço das nossas vidas. Diretores zonais do PT de Salvador, a nossa juventude e centenas de filiados já enviaram carta ao governador do Estado denunciando ação da polícia no final do ano passado no complexo Nordeste de Amaralina”, disse Ademario.

“Publicamos uma resolução sobre o que consideramos uma postura correta sobre políticas públicas de segurança, aprovada pelo nosso diretório municipal na qual elencamos um conjunto de recomendações e orientações baseadas em posições históricas do partido. Todos estes documentos são do conhecimento do governo do estado mas nunca obtivemos uma resposta. Por este conjunto de urgências que na condição de presidente do diretório municipal do partido dos trabalhadores em Salvador que venho publicamente apoiar o protesto justo e necessário da comunidade.”, completou o petista.

VEJA ÍNTEGRA DA CARTA:

Carta ao Governo do Estado da BahiaCompanheiro Governador Rui Costa,

O Complexo do Nordeste de Amaralina não precisa de armas e violência mas, sim, de Educação, Saúde, Cultura, Lazer – enfim, de mais e melhores serviços públicos.

Desde quarta-feira (02/12/2020), o Complexo do Nordeste de Amaralina está sitiado por uma grande operação policial. Com forte aparato repressivo, o Estado apresentou à população a estratégia escolhida para lidar com as periferias: viaturas, metralhadoras e fuzis. Como de costume, tais operações deixaram suas marcas pela comunidade. Com a justificativa do combate à criminalidade, o terror é implantado. Ouvimos relatos de residências invadidas sem mandado judicial, portas arrombadas, abordagens violentas, execuções, arrombamento de patrimônio público, bloqueio de vias públicas e de transporte, drástica redução da atividade econômica no bairro, destruição de equipamentos de internet e telefonia, violações dos direitos humanos individuais e coletivos da comunidade do Complexo Nordeste. Tudo isso realizado pelas polícias militar e civil, sob comando da Secretaria de Segurança Pública.

Desta forma, vemos que o genocídio da população negra, em particular com ataques à juventude negra, segue acontecendo diariamente pelas mãos das forças do Estado. Na Bahia, nossos governos precisam aprofundar o debate da segurança pública e lidar com a questão de forma a interromper a matança de negros e negras pelas ruas da cidade. Não aceitamos mais casos como o do menino Joel, ou as outras mortes que acontecem com frequência nas comunidades.

As polícias não podem ser as únicas estruturas do Estado a chegar nas comunidades. A ampliação dos equipamentos culturais e esportivos, assim como a infraestrutura urbana e sanitária são essenciais para combater a criminalidade, indo à raiz do problema: a precariedade da ação do Estado e das condições de vida às quais estão submetidas as populações dos bairros socioeconomicamente mais vulneráveis.

Diante disso, os Diretórios Zonais, dirigentes e militantes do Partido dos Trabalhadores(as) abaixo-assinados propõem:
A imediata suspensão dessa operação policial repressora;

A imediata suspensão dos bloqueios de vias públicas no Complexo do Nordeste de Amaralina;

Apresentação à sociedade, de forma transparente, as motivações, custos (principalmente
sociais), fatos e consequências desta operação policial;

Respeito e escuta da sociedade para definir políticas de segurança, cultura, lazer e saúde;

A valorização e construção de novos espaços de cultura, esportes e lazer, com a retomada do
Centro Social Urbano;

Ações de Saúde Pública, incluindo ampla testagem de qualidade do COVID 19 para todos;

O acesso à cidadania, incluindo a instalação de um SAC no Nordeste de Amaralina.

2º Diretório Zonal do PT de Salvador
13º Diretório Zonal do PT de Salvador
7º Diretório Zonal do PT de Salvador
10° Diretório Zonal do PT de Salvador
Executiva JPT Salvador

COMPARTILHAR
Tiago Queiroz
Graduado em Comunicação/Jornalismo, e exerce as funções de Editor e Coordenador de Jornalismo do Portal NORDESTeuSOU