Ceasinha tem mais de 40 boxes fechados; permissionários reclamam do preço das taxas

Em uma matéria publicado pelo jornal correio hoje, relata a real situação que vem enfrentando o mercado Rio Vermelho, antiga Ceasinha do Rio Vermelho:

Por Correio24horas

A crise enfrentada pelos permissionários do Mercado do Rio Vermelho, também conhecido como Ceasinha, se tornou ainda pior com as mudanças e restrições impostas pela chegada do novo coronavírus. Desde a reconstrução do espaço, concluída em 2014, estabelecimentos tradicionais tentam se manter nos pontos, mas encontram dificuldades. A principal reclamação dos comerciantes é em relação aos altos preços dos aluguéis, que levaram muitos a demitirem funcionários, à inadimplência ou até mesmo ao fechamento definitivo. 

Andamento das obras da nova Ceasinha do Rio Vermelho.Fotos: Mateus Pereira/GOVBA

O Mercado do Rio Vermelho agora é mantido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) e pela empresa privada Enashopp, que tem licitação para gestão e operação. Segundo a Associação dos Permissionários do Mercado do Rio Vermelho (APMRV), é cobrada uma taxa de condomínio e uma outra taxa de aluguel. O Mercado reúne comerciantes dos mais diversos produtos, sobretudo alimentícios, distribuídos em boxes.

A crise enfrentada pelos permissionários do Mercado do Rio Vermelho, também conhecido como Ceasinha, se tornou ainda pior com as mudanças e restrições impostas pela chegada do novo coronavírus. Desde a reconstrução do espaço, concluída em 2014, estabelecimentos tradicionais tentam se manter nos pontos, mas encontram dificuldades. A principal reclamação dos comerciantes é em relação aos altos preços dos aluguéis, que levaram muitos a demitirem funcionários, à inadimplência ou até mesmo ao fechamento definitivo. 

O Mercado do Rio Vermelho agora é mantido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) e pela empresa privada Enashopp, que tem licitação para gestão e operação. Segundo a Associação dos Permissionários do Mercado do Rio Vermelho (APMRV), é cobrada uma taxa de condomínio e uma outra taxa de aluguel. O Mercado reúne comerciantes dos mais diversos produtos, sobretudo alimentícios, distribuídos em boxes.

Veja a matéria completa no Correio24horas, clique aqui.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.