Largo da Olaria relembrou os antigos carnavais

Um dos principais berços da boêmia do Complexo Nordeste de Amaralina, o Largo da Olaria relembrou os antigos carnavais. Um baile promovido pelo “Point da Morena”, na última sexta-feira (18), trouxe de volta a alegria e colorido da folia momesca. Não faltou axé, pagodão e muito samba no pé. A criatividade também imperou entre os fantasiados. Teve “mulher gato”, “negão do Olodum”, pierrot e colombina. O clima familiar chamou à atenção entre os que ali estavam tomando um cerveja gelada e apreciando um bom tira-gosto.

A decoração foi um capítulo a parte. Nem o banheiro escapou. Aliás, no “Point da Morena” tradicionalmente o sanitário é ornamentado, sempre seguindo a temática da época.  Natal, São João, outubro rosa, páscoa…

De acordo com a proprietária do espaço e idealizadora da festa, Ana Lúcia a idéia do baile surgiu durante a pandemia, diante da proibição do carnaval tradicional. Com a ajuda do marido Everaldo Borges, a idéia foi coloca em prática.  

“Com a proibição de realização do carnaval nossa turma resolveu fazer esse baile simbólico, onde cada um coloca sua fantasia. Foi uma forma que encontramos de matar a saudade da festa, além de nos confraternizarmos”, explica a empresária que é nascida e criada na região.

Moradora da  Olaria há 52 anos, Dona Maria era uma das mais animadas. Com sua fantasia do Ilê Ayê ela chamava à atenção.

“Todo ano saio no Ilê. Achei ótimo a idéia desse baile. Está muito animado. Foi uma forma de eu matar a saudade do meu carnaval”.

Assim como Dona Maria, a “malevola”, Rilza Magalhães foi uma das grandes entusiastas do baile:

“Achei muito bom, sobretudo nesse tempo em que não podemos fazer festa, por conta da pandemia. Temos um grupo de amigos que se reúne toda semana no “Point” para tomar uma cervejinha e resenhar. Aproveitamos a oportunidade dessa data festiva que o caranaval para confraterinzar com os amigos. Além de alegrar a rua e o nosso bairro”.

COMPARTILHAR
Graduado em Comunicação/Jornalismo, e exerce as funções de Editor e Coordenador de Jornalismo do Portal NORDESTeuSOU