Jovem morto a tiros em Salvador participou de clipe com Daniela Mercury; cantora lamenta

Artista se posicionou contra o assassinato de jovens negros

(Fotos: Michel Jesus/Câmara dos Deputados | reprodução/redes sociais)

A cantora Daniela Mercury se pronunciou após a morte do dançarino Marcos Paulo dos Santos Ramos, de 18 anos, em um ataque a tiros no bairro de São João do Cabrito, no subúrbio ferroviário de Salvador. Nesta quinta-feira (05), a artista lamentou o crime e se posicionou contra o assassinato de jovens negros.

“Marcos tinha uma elasticidade impressionante e muito talento para dançar. Estou muito sentida. Mas há também algo que temos que falar: Os assassinatos de jovens negros e pobres no Brasil têm números alarmantes e precisamos acabar com isso. É um massacre o que acontece nesse país com a população negra”, disse em comunicado.

“Eu me coloco, como sempre me coloquei, à disposição para participar dessa luta no Brasil. Não podemos fingir que não estamos vendo. É revoltante ver isso, ver o sofrimento da família de Marcos. Sinto muito mesmo e espero que o assassino seja identificado e preso. Um beijo especial para a mãe dele e para toda família”, completou a artista.

O artista participou de um lyric vídeo da música “Samba Presidente”, gravado em setembro de 2018. Daniela não chegou a conhece-lo pessoalmente, pois ela não participou da gravação. A drag queen Petra Peron foi convidada para interpretar a cantora.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.