[Sucesso] Comunidade enche Largo da Olaria em tradicional evento de comemoração ao “Dia das Crianças”

Foto: Reprodução / Redes Sociais

Uma grande festa. Um dia de muita diversão e alegria. Assim foi mais uma edição da tradicional “Festa do Dia das Crianças”, na Baixa da Olaria, no Nordeste de Amaralina. Na oportunidade os pequenos literalmente se deleitaram na grande escorregadeira, no futebol de sabão e nos diversos outros brinquedos disponibilizados pela organização do evento. Lanches e  guloseimas reabasteciam a energia da garotada. Não faltou também  brincadeiras como ovo na colher, corrida de saco, disputa de dança, apresentações esportivas e desfile de moda. A programação atendeu  a todos os gostos, inclusive aos pais que confraternizavam e se refrescavam tomando aquela cerveja gelada.

Gilmara Sampaio Santana, 59 anos, popularmente conhecida como “Maizena” é organizadora, além  de uma das mais antigas participantes do evento. Moradora do bairro há quase sessenta anos, onde nasce e reside até hoje, Maizena explica que a brincadeira surgiu há muitos anos  através de uma quadrilha de samba junino, o pagode do “Samba Maluco” .

“Depois surgiu o dia das mães, dia dos pais e depois o dia das crianças. A data exata eu não sei, mas deve ter de trinta à quarenta anos. Quem começou com a festa foi uma antiga moradora, dona Dialêda, que faleceu e entregou o cargo a mim. Era quebra-pote, pau de sêbo, corrida de saco, ovo na colher… O lanche era mingau e arroz doce. Os vizinhos é que sempre ajudavam, cada um dando uma coisa”, lembra Gilmara.

“Essa festa é tudo para mim. Só para você ver, eu ia para um passei, vendi meu convite para ficar aqui. A comunidade, o amor que tenho por essas crianças…Primeiro Deus, depois eles. Tenho quatro filhas e uma neta e todos participam.Enquanto eu tiver vida e saúde estarei aqui. O negócio ta meio penoso, mas graças a deus acabou sendo tudo maravilhoso. Esse ano contamos com a ajuda dos comerciantes”, completa.  

Emocionado com a grande quantidade de crianças presentes à festa, Adson Diego, mais conhecido como “Favela”, falou sobre a satisfação em poder colaborar com viabilização celebração:

“O evento superou as expectativas e nosso desejo é que a cada anos supere cada vez mais. Quando a gente faz com amor, tudo flui e dá certo. É uma alegria imensa participar da organização, junto com a comunidade, algo assim que enche o coração dessa criançada de alegria. Quando eu era pequeno pensava em ver essa festa assim e hoje em dia posso ajudar a fazer acontecer. Sou morador aqui da Rua do Norte, mas sempre brincava muito aqui de bola…”.

Comunidade – Nascido e criado na Olaria, onde vive há exatos 42 anos, o professor de matématica, Alexssandro Silva relata o “prazer inexplicável” em ver seu filho poder desfrutar de uma brincadeira onde outrora ele também pode participar quando criança.

“Participo dessa festa desde criança e hoje estou aqui participando como pai. É importante a nossa comunidade mostrar o seu poder. O Nordeste também é cultura, é movimento social e riqueza em essência.  Me sinto honrado em fazer parte dessa comunidade, dessa rua… Me sinto honrado em viver em crescer nesse local. Quero que meus filhos cresçam aqui também. Que essa festa prospere por muitos e muitos anos”.

O evento teve o apoio do deputado federal Bacelar, do advogado Rodrigo Coelho, do coordenador geral do Instituto Crescer, Érico Martins, além de comerciantes da região.

COMPARTILHAR
Graduado em Comunicação/Jornalismo, e exerce as funções de Editor e Coordenador de Jornalismo do Portal NORDESTeuSOU