Terreiro Ilê Axé Obá Onirê, no Nordeste de Amaralina, oferece “Oficina de Rechilieu”; curso é gratuito

O terreiro Ilê Axé Obá Onirê, situado no Nordeste de Amaralina, está com inscrições abertas para a “Oficina de bordado em Rechilieu”. O curso, que é direcionado para moradores do bairro, adeptos das religiões de matriz africana, terá duração de 3 meses ( podendo ser acrescentado mais 3 meses para uma boa conclusão). As aulas acontecerão de forma presencial, duas vezes na semana (às segundas e quartas-feiras), nos turnos matutino e vespertino. As aulas serão iniciadas já na próxima segunda-feira (12).

“A primeira turma será totalmente gratuito, porém temos poucas vagas por conta da pandemia do covid-19. O material fica por conta dos alunos, a lista será disponibilizada após a matricula”, informa Mãe Selma de Xangô, ialorixá responsável pela Casa.

Para realizar a inscrição, os interessados devem entrar em contato pelo WhatsApp, através do número [71 98869-0354], ou se dirigir até o Ilê Axé Obá Onirê [Rua irmã Dulce, 49, Nordeste de Amaralina].

Entenda – A técnica do bordado richelieu é uma das mais antigas do mundo, mas também uma das mais lindas e tradicionais. O nome adveio do Cardeal Richelieu, que fazia parte da corte do Rei Luis XIII da França. É sabido que naquela época o referido religioso chegou a criar oficinas para o preparo desse tipo de trabalho manual destinado à monarquia. No Brasil, a técnica foi ensinado aos negros, que passaram a usá-los para vestir e fazer acessórios para seus orixás.

COMPARTILHAR
Graduado em Comunicação/Jornalismo, e exerce as funções de Editor e Coordenador de Jornalismo do Portal NORDESTeuSOU