Anúncio de novo supermercado causa polêmica na Santa Cruz: “Não entrar com bolsa”

O anúncio feito pelo supermercado “Preço Baixo” vem causando polêmica entre os moradores da Santa Cruz. A unidade, que deverá ser inaugurada nos próximos dias, fixou em sua entrada principal, uma placa onde avisa que não será permitida aos clientes a entrada com bolsa dentro das dependências da loja. O fato gerou revolta entre a população que viu a medida como preconceituosa.

“Esse mercado vai inaugurar aqui na Santa Cruz e já colocaram uma placa de restrição, onde os clientes não podem entrar no mercado de bolsa. Mal chegaram e já estão desse jeito”, disse um morador que preferiu não se identificar.

“Qual o sentido de proibir as pessoas adentrarem na loja com a bolsa?! Isso se aplica apenas aos moradores da comunidade?! Não se pode julgar as pessoas pela aparência. Isso fere o direito de ir e vir, seguido de constrangimento e atitude vexatória”, questionou outra moradora que também preferiu manter sua identidade em sigilo.

O advogado Rodrigo Coelho classificou a medida como ilegal, uma vez que, ” o Código de Defesa do Consumido (CDC) proíbe o constrangimento, a discriminação e a coerção ao cidadão consumidor”.

“O Código de Defesa do Consumidor (CDC) prevê em seu artigo 4º o “respeito à dignidade do consumidor”, pontuando em seu inciso I o “reconhecimento da vulnerabilidade do consumidor no mercado de consumo”, explica o advogado.

“O artigo 39º inciso V do Código de Defesa do Consumidor, está claro quando diz que que é ilegal “exigir do consumidor vantagem manifestamente excessiva”. A legislação não deixa dúvidas de que o fornecedor de bens e/ou serviços não pode repassar para o consumidor uma possível perda. No caso dessas lojas, os empresários já estariam presumindo que o grande número de pessoas dentro do estabelecimento favoreceria à supressão de produtos por parte do consumidor”, completou.

COMPARTILHAR
Graduado em Comunicação/Jornalismo, e exerce as funções de Editor e Coordenador de Jornalismo do Portal NORDESTeuSOU