Bacelar critica ‘falas homofóbicas’ de Isidório durante discurso na Câmara

'É inadmissível um deputado usar o seu espaço de fala para associar a comunidade LGBTQIA+ à marginalidade', criticou Bacelar

Foto: Lúcio Bernardo Jr./ Câmara dos Deputados

O deputado federal João Carlos Bacelar (PV) criticou, em tom exaltado, durante discurso na tribuna da Câmara dos Deputados nesta terça-feira (21), falas consideradas homofóbicas por parte do deputado Sargento Isidório (Avante), que teria associado, também em ato na tribuna da Casa, orientação sexual à marginalidade, em um ataque à comunidade  LGBTQIA+. Ambos os parlamentares são da base do governador Rui Costa (PT).

“Quero repudiar veementemente a sua declaração. Nenhum deputado tem o direito de subir essa tribuna para atacar um segmento da sociedade brasileira. No Brasil de 2022 não vamos tolerar nenhum posicionamento homofóbico. É inadmissível um deputado usar o seu espaço de fala para associar a comunidade LGBTQIA+ à marginalidade”, criticou Bacelar.

O líder do Partido Verde lembrou ainda que há 30 anos a Organização Mundial da Saúde retirou a homossexualidade da lista de enfermidades. “Vossa Excelência não é da OMS para dizer que orientação sexual é doença” afirmou.

No domingo (19), reportagem do programa Fantástico, da Rede Globo, apontou denúncias sobre irregularidades em tratamentos terapêuticos na Fundação Dr. Jesus, presidida por Isidório. Segundo as denúncias apresentada pela reportagem, há relatos de castigos físicos e humilhações, como doutrinação religiosa e repressão sexual.  Em resposta à reportagem veiculada pelo Fantástico,  Isidório  rebateu a acusação.

COMPARTILHAR
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.