Conta de energia elétrica terá bandeira amarela neste mês

Cada 100 quilowatts-hora de consumo terá um custo extra de R$ 1,343, segundo a Aneel

Em janeiro, cada 100 quilowatts-hora de consumo terá um custo extra de R$ 1,343. A cobrança é definida pela bandeira tarifária amarela, adotada este mês por definição da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Em dezembro, foi adotada a bandeira vermelha – a mais cara – após a suspensão da cobrança adcional como medida para diminuir os efeitos econômicos da pandemia de Covid-19.

Segundo a agência, a previsão hidrológica sinaliza elevação das vazões afluentes aos principais reservatórios das hidrelétricas vinculadas ao Sistema Interligado Nacional (SIN). O cenário melhor reduz os custos do risco hidrológicos (GSF) e no preço da energia gerada (PLD), as duas variáveis que determinam a cor da bandeira.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.