Desabafo Social , coronavírus e geração de renda.

Por Monique Evelle

Sem dúvidas a pandemia do coronavírus trouxe prejuízos econômicos para muitas gente. Presenciamos eventos e contratos sendo cancelados e profissionais sendo demitidos em razão disso. E , de acordo com a reportagem publicada no site Mundo da Música, sobre os prejuízos causados na área, a indústria de performance ao vivo, apenas na Austrália, contribui com mais de US$ 2,5 bilhões anualmente para a economia nacional e emprega mais de 34.000 funcionários. Isso foi por água abaixo.

Não só o mercado da música teve prejuízos. Na aviação civil, tivemos um prejuízo médio de US$ 30 bilhões. A pesquisa realizada pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo em parceria com a Oxford Economics, destacou que o turismo em 2018, correspondia a 10,4% de toda a economia do planeta, gerando cerca de  319 milhões de novos empregos. No geral, em um mês após a descoberta da pandemia, tivemos um prejuízo estimados em US$ 50 bilhões no mundo e no Brasil, U$$ 104 milhões.

No Brasil, a Associação Brasileira  de Resortes (Resorts Brasil), a Associação Brasilia de Indústria de Hotéis (ABIH), o Fórum dos Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB), a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) e o Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (SINDEPAT), enviou uma carta destinada para Marcelo Álvaro Antônio, Ministro do Turismo, no dia 13 de março, solicitando que o ministro intervenha nos seguintes pleitos:

  1. Inclusão do segmento hoteleiro e de parques temáticos e atrações turísticas no critério de desoneração da folha de pagamento;
  2. Articulação junto aos órgãos competentes a garantia da licença de colaboradores sem remuneração por até 90 dias;
  3. Criação de linhas de crédito de capital de giro junto a bancos para suprir o fluxo de caixa, com benefícios de carências e taxas incentivadas de longo prazo;4.
  4. Carência dos tributos que estão sendo parcelados e oriundos de acordos pregressos; 
  5. Pagamento dos tributos federais no valor de 30% do saldo apurado no mês, financiando a diferença em 60 parcelas, com apenas a adição da SELIC do período, por um período de 120 dias. Após a normalização, os prazos de recolhimento dos impostos federais passem a ter um prazo mais alongado para o recolhimento; ou Redução das alíquotas dos tributos federais durante 180 dias para apoio ao segmento neste momento;
  6. Considerar o segmento hoteleiro e de parques temáticos e atrações turísticas em relação à sua apuração do PIS e da COFINS, no regime da CUMULATIVIDADE.

Atentem-se para o item 2, o qual sugere licença de colaboradores sem remuneração por até 90 dias. Ou seja, haverão pessoas sem receber por , no mínimo, 3 meses. Como ficarão essas famílias?

No marketing, a cerveja Corona teve prejuízo de mais de US$ 130 milhões, por conta da associação ao coronavírus. Além disso, algumas empresas tiraram comerciais do ar com pessoas interagindo, abraçando ou lambendo os dedos. Foi o caso das empresas KFC e Hershey.

Com tanto caos, os bancos públicos começaram a se movimentar, aumentando a oferta de créditos. O que está previsto é o aumento de crédito de R$ 100 bilhões pelo BNDES, R$ 57,8 bilhões pela Banco do Brasil e R$ 50 bilhões pela Caixa. Isso não é algo ruim. Afinal, vai auxiliar as empresas com o fluxo de caixa. Mas não podemos perder de vista que com pânico e desespero das pessoas físicas e jurídicas, podemos prever um grande risco de endividamento nos próximos meses e anos.

Diante desse cenário assustador, o Desabafo Social junto com a tecnologia ItsNoon está mobilizando pessoas para ampliar a distribuição de renda. Ou seja, criaremos mais desafios sociais e criativos e iremos recompensar em dinheiro as pessoas que participarem. 

Vamos potencializar a criatividade e gerar renda, especialmente para  o público que ficará em casa compulsoriamente, porque não tem oferta de trabalho ou estão infectadas.

Se quiser apoiar essa rede, crie seu próprio desafio (pode ser a partir de R$ 100). É só baixar o aplicativo ItsNoon, adicionar dinheiro na sua carteira digital, criar um desafio e distribuir renda para os participantes.

Para saber mais, entre em contato por e-mail: contato@desabafosocial.com.br

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.