[Ecoponto, cadê você?] Promessa não cumprida gera transtornos para a população do Vale das Pedrinhas

Acúmulo de lixo prejudicou a população que segue revoltada.

Quem não ouviu falar da instalação de um ecoponto no Vale das Pedrinhas? A promessa veio acompanhada do projeto para a nova praça do Vale, a Praça do Mico Preto.
Há muita satisfação por parte da população na inauguração da praça, em contrapartida a uma inconformidade com o problema que nunca é resolvido, o lixo.
Segundo a população, haviam poucos pontos de descarte de lixo no Vale das Pedrinhas, e eles foram tirados, e concentrados na rua da antiga Igreja Universal. Desde então há um acúmulo de lixo e entulho no local, e está prejudicando os residentes e transeuntes do local.
“Se observarmos bem todos nos prejudicamos. Esse lixo atrapalha quem mora nas redondezas, quem tem comércio no local, quem precisa transitar pela rua e muitos outros. Devidos as fortes chuvas, máquinas trabalhando e o lixo que não para de acumular, o passeio foi completamente destruído. Não aguentamos mais essa situação. Algo precisa ser feito. A praça ficou linda, mas quem chega aqui vê o caos instalado. Sentimos como se essa praça fosse apenas o cartão postal do bairro para que quem passasse pelo BRT visse como a prefeitura trabalha por nós, quando sabemos que na realidade as coisas não são bem assim”, relata um morador claramente indignado.

Contudo, é importante salientar que manter a cidade limpa é responsabilidade de todos, não somente do poder público como muitos acreditam. Esse é um trabalho conjunto e se não colaborarmos a situação tende a piorar.

Dica: Evite descartar o lixo após o caminhão da coleta passar. Despeje os resíduos no local apropriado. Não jogue lixo nas ruas. Não seja leviano(a). Colabore com a limpeza do seu bairro.

Lembre-se: você é o primeiro a ganhar com a limpeza, mas é também o primeiro a perder quando promove a sujeira.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.