Filho de Bolsonaro tripudia da morte de morador do Nordeste de Amaralina; entregador foi morto durante ação da PM

O filho do presidente Jair Bolsonaro, o deputado Eduardo Bolsonaro, usou sua rede social para comentar a morte do entregador Marcos Ítalo Menezes, morto na última quinta-feira (4), durante ação da PM, no bairro da Santa Cruz. Na postagem, Bolsonaro faz insinuações caluniosas sobre a vítima.

“Globo: “ENTREGADOR foi morto no Bariri – familiares acusam a PM de ter matado o JOVEM”. POR DESCUIDO a Globo não mostrou a foto toda do rapaz e nem disse o que ele entregava. Mas estamos aqui para nos unir e ajudar, veja a foto”, escreveu o deputado.

https://twitter.com/BolsonaroSP/status/1457042856116371466

Em tempo:  Marcos Ítalo Menezes, de 22 anos, trabalhava como motoboy (entregador) em um restaurante do Complexo Nordeste de Amaralina. A morte do jovem causou grande revolta na comunidade. Segundo moradores, houve um tiroteio na Rua Nova República e o entregador, que estava a caminha do trabalho, teria sido baleado no abdômen. Em seguida, ele entrou em um mercadinho do bairro e foi seguido por policiais. Câmeras de segurança registraram a ação dentro do estabelecimento.

COMPARTILHAR
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.