Modelo do AFD tem conta invadida e recebe mensagens racistas no Instagram

Por Correio24horas

O modelo Albert Wood, 20 anos, que participou do Afro Fashion Day, foi vítima de ataques racistas no Instagram, neste domingo (21). Seu perfil na rede social foi invadido e usado para publicar os ataques e, em seguida, excluído. 

Albert, que foi escolhido para representar a Bahia no Mr. Brasil Top Universo, tinha mais de 16 mil seguidores no Instagram.

“Hoje está sendo um grande dia por conta da matéria comigo, muitas pessoas estavam compartilhando nos stories e me marcando. Às 14h, recebi uma notificação dizendo que fui desconectado. Tentei entrar, mas infelizmente os dados pessoais da conta já tinham sido modificados”, contou. 

No entanto, suas fotos foram apagadas, assim como a biografia do perfil. Nos stories, foram publicadas mensagens racistas em tom de chacota. 

“Me senti como se tivesse perdido uma parte de mim, ao lembrar de todas  as coisas que passei para conquistar meus 16mil seguidores. Foram anos para construir tudo aquilo”, desabafou. 

Sem conseguir recuperar a conta até o momento, Albert fez um novo perfil (@iwoodalbert). “Não deixei que essa situação fizesse desistir dos meus sonhos. Enxerguei como uma oportunidade para demonstrar que eu sou capaz de conquistar tudo que eu quero e posso chegar onde eu nunca imaginei. Já estou com minha nova conta começando do zero mostrando para todos que somos capazes de recomeçar”, completou. 

COMPARTILHAR
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.