Moradores desabafam sobre o caos enfrentado com a ausência do transporte coletivo na comunidade.

Mais um dia sem ônibus no Complexo Nordeste de Amaralina…A circulação do transporte público foi suspensa desde a quarta-feira (2), por conta da operação policial no Complexo. A decisão teria partido do Sindicato dos Rodoviários. A nossa equipe foi á rua saber como anda o impacto na vida do moradores após quase três dias sem ônibus


A situação tem trazido dor de cabeça  para os mais de 80 mil moradores da região que necessitam das linhas para se deslocar para suas atividades rotineiras.

” É uma falta de respeito. Não sou rica. Não tenho condições de bancar um aplicativo de carro diariamente. A população que sofre”, desabafa um idosa de 70 anos que  sofre com problemas de saúde e tem encontrado dificuldade em fazer sua consulta médica, pois tem que andar aproximadamente  certa de 3 km até um do ponto de acesso aos coletivos. 

 
A nossa reportagem também ouviu os moradores do Vale das Pedrinhas, Nordeste e Chapada.


“Pedimos socorro. Pagamos nossos impostos, mas estamos jogados as traças”, repudiou. 


“Eu não aguento mais. Total transtorno. Já temos nossa labuta diária no serviço, e ainda temos que essa dor de cabeça extra”, reclama.


“Até quando? Sempre somos penalizados. Merecemos respeito. Somos pais e mães de família, cidadão como qualquer noutro. Pagamos o coletivo, e não temos direito ao serviço”, desabafou outro.

COMPARTILHAR
Luis Lago
Amante da Literatura, apaixonado pelas Letras. Discente de Letras Vernáculas e Língua Inglesa, poeta, escritor , blogueiro, professor e Repórter do site NES.