Músico de Léo Santana denuncia discriminação em hotel de Belo Horizonte

Percussionista da banda do ‘GG’, DJ Thor se pronunciou sobre o caso ocorrido em Belo Horizonte.

Percussionista da banda do cantor Léo Santana há mais de 10 anos, DJ Thor denunciou neste último sábado (1º) um caso de discriminação ocorrido no Hotel Quality Pampulha, em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais.

De acordo com DJ Thor, os músicos foram conduzidos pelos fundos para uma área externa e isolada no café da manhã, separados dos outros hóspedes. A porta da área interna climatizada também foi fechada, sob a justificativa de que seria ‘apenas para hóspedes’. Além disso, segundo o músico, os frigobares dos quartos estavam esvaziados, divergindo do serviço comum de hospedagem.

Léo Santana complementou o relato de seu músico, afirmando que diferentemente do funcionamento normal, quando o hotel cobra os pedidos do restaurante ou da recepção apenas no check-out, o estabelecimento em questão cobrou cada pedido logo em sequência a solicitação.

Em contato com o Varela Notícias na tarde deste domingo (2), o Quality Hotel Pampulha afirmou que irá se pronunciar sobre o ocorrido apenas na manhã desta segunda-feira (3), por meio de seu gerente geral.

Confira abaixo o relato completo do músico DJ Thor.

COMPARTILHAR
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.