Nego do Borel nega estupro, fala em racismo e diz que mãe e avó receberam ameaças

Cantor negou ter estuprado Dayane Mello no reality A Fazenda, da Record. Ele ainda usou trecho onde modelo diz que ele não teve comportamento abusivo

Um dia após ter sido expulso do reality A Fazenda, da Record, o cantor Nego do Borel divulgou um vídeo em suas redes sociais e negou ter estuprado a modelo Dayane Mello.
 
“Vocês vão tirar minha vida, tá ligado? Eu tô depressivo por dentro. Tô triste, tô magoado, tô por dentro muito quebrado porque sei que é uma coisa que eu não fiz. Eu não sou estuprador. Eu não fiz nada. Amei, adorei dormir com ela.. E mesmo assim, eu perdi. E, o que eu falo não tem importância nenhuma”, disse.

Na madrugada de sábado (25), Dayane e Nego foram juntos para a cama. MC Gui perguntou se ela queria mesmo ficar ali. Tati Quebra Barraco e Solange Gomes ainda falaram para Nego não tentar nada, já que Dayane estava visivelmente bêbada.

MC Gui chegou a dizer que o funkeiro deveria sair da cama, porque como Dayane estava bêbada ele poderia ser acusado de alguma coisa. O cantor permaneceu no local. Erasmo Viana lembrou que os dois estão solteiros, disse não ver problema e acusou os colegas de “colocarem fogo na situação”.

Em vídeos que circulam nas redes sociais, não é possível ver o que acontece, mas algumas falas de Dayane são ouvidas. “Para com isso, Nego”, diz ela em um momento. “É que eu tenho uma filha”, afirma depois. Para alguns internautas, a cena é clara e trata-se de um episódio de assédio ou até de estupro. Após apuração por parte da emissora, o cantor foi excluído do programa sob acusação de assédio e estupro no programa.

Ele ainda falou, sem citar o nome, a ex-Duda Reis. “Eu vejo o racismo escancarado na nossa sociedade. Quando fui acusado de todas essas coisas, passou em tudo que é lugar, em tudo que é jornal, em tudo que é Instagram, e quando eu fui provando tudo ao contrário pela polícia”.

No vídeo deste domingo, ele comentou a situação, e apesar de ter sido alertado por colegas, disse que não viu maldade no caso. “Conheci a Day. Uma pessoa maravilhosa, gentil, simpática. A gente acabou tendo afinidade um pelo outro. Quero pedir perdão a minha mãe, a minha vó, a todas as mulheres que se sentiram incomodadas. Mas você pode ver na filmagem que quando ela fala não, eu simplesmente vou dormir, a gente não faz mais nada. Eu não tive maldade na hora, não vi maldade”.

O cantor reclamou de que suas palavras não foram levadas em consideração. “Tô fora. Tô aqui, tô com a minha família, mas eu estou triste pra caralho. Minha palavra não tem importância, não tem relevância, as pessoas não escutam. A polícia vem dando laudos pra gente de um monte de coisa que não aconteceu de fato. Eu dormi do lado de uma pessoa, sim. Eu estava, sim, querendo ficar com ela. Ela estava, sim, querendo ficar comigo. Depois que a gente dormiu junto, na piscina, eu não sei se tem o áudio, ela fala que quer dormir comigo de novo”, afirmou.

Na sequência do vídeo, ele diz que foi abandonado por amigos, diz que não é santo, mas que inverdades têm sido ditas. Ele ainda disse que a mãe e avó têm sofrido ameaças e chorou. “Eu não tô entendendo, eu vou acabar tirando minha vida. Eu estou sendo taxado como bandido, criminoso. Eu estou querendo saber o que eu fiz para merecer tanto ódio. Amigos que me abandonaram. Não sou santo. Eu tenho meus problemas, eu estou me cuidando. Muitas coisas que foram ditas não são verdadeiras. Eu saí do reality. Mais uma coisa que perdi em minha vida”.

O vídeo termina com uma fala de Dayane que afirma que Nego do Borel não teria sido abusivo com ela. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o cantor por suspeita de ter cometido estupro de vulnerável. O caso está sendo investigado pela delegacia de Itapecerica da Serra, onde o programa é gravado. De acordo com a SSP, foi a advogada da modelo quem denunciou Nego por crime sexual contra Dayane.

Veja o vídeo completo.

COMPARTILHAR
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.