Torcida do Vitória se manifesta contra contratação de atacante; atleta cumpre pena por agredir ex-namorada com uma faca

A contratação do atacante Wesley Pionteck, 24 anos, virou motivo de protesto entre torcedores do Vitória. O atleta foi condenado por espancar a ex-namorada enquanto a sua filha de 4 anos, de outro relacionamento, assistia TV em outro cômodo da residência. Por conta do crime, ocorrido em 2019, Pionteck foi condenado a 1 ano e 4 meses em regime aberto e ainda cumpre a sua pena.

Tão logo a contratação do atacante foi anunciada pela imprensa, diversos torcedores do rubro-negro baiano usaram as redes sociais para cobrar que o clube voltasse atrás na decisão. Em nota, a Brigada Marighela, coletivo anti-fascista do Leão, ressaltou que “a diretoria do Vitória precisa ouvir as mulheres que fazem parte da nossa torcida e entender que essa contratação, além de manchar a imagem do clube, sinaliza que as vidas delas não têm valor”.

COMPARTILHAR
Graduado em Comunicação/Jornalismo, e exerce as funções de Editor e Coordenador de Jornalismo do Portal NORDESTeuSOU