“Consciência antirracista tem que começar na educação básica com incentivo do município”, afirma líder do PT na Câmara de Salvador

Líder do PT na Câmara Municipal de Salvador, a vereadora Marta Rodrigues disse, nesta terça-feira (24), que uma educação antirracista é fundamental para combater o genocídio do povo negro. Para a vereadora, é necessário formar escolas antirracistas, a partir do cumprimento de uma aprendizagem que permita aos estudantes conviver com as diferenças e constituir suas identidades.

“Por isso fundamental que tenhamos a aplicabilidade das leis 10.639 e 11.645 nacionais, que incluem as temáticas História e Cultura Afro-Brasileira e Cultura Afro-Brasileira e Indígena, na educação básica. É fundamental pautar e cobrar isto, pois através da nossa história vamos nos reconhecendo e fomentando ideias de justiça social e igualdade racial em nossas crianças”, declarou.

Segundo a vereadora, a educação antirracista deve se tornar urgente, diante do alto número de mortes de pessoas negras. Ela cita, por exemplo, o anuário do Fórum Brasileiro de Segurança pública de 2020, que aponta que três em cada quatro vítimas de crime violento no Brasil são negros. “O mesmo anuário mostra dois em cada três policiais mortos no Brasil são negros e que essa população, maioria do país, também é maioria nas penitenciárias e vítimas da violência policial.

“O racismo continua operante e precisamos, no município, da garantia da gestão com uma educação de qualidade, pautada na liberdade de expressão e na laicidade do Estado. Salvador é a capital mais negra do país e deveria dar o exemplo nesse sentido para o Brasil”, destacou a edil.

(Ascom/Vereadora Marta Rodrigues- PT)

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.