Superpedido de impeachment contra Bolsonaro pode ganhar reforço com denúncia da Covaxin

Embora os opositores já vejam no caso potencial para fragilizar o governo Bolsonaro, optou-se por esperar por depoimentos à CPI da Covid

O superpedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pode ganhar um reforço com denúncias envolvendo a compra da vacina Covaxin.

A articulação está sendo feita por um grupo suprapartidário, que reúne também ex-aliados do presidente. Eles decidirão nesta sexta-feira (25) se incluirão as denúncias da Covaxin na requisição.

Embora os opositores já vejam no caso potencial para fragilizar o governo Bolsonaro, optou-se por esperar pelos depoimentos à CPI da Covid do servidor do Ministério da Saúde Luis Ricardo Miranda e de seu irmão, o deputado Luis Miranda (DEM-DF), para que haja segurança jurídica.

O documento, segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, será protocolado na Câmara no dia 30.

COMPARTILHAR
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.