Morador do Nordeste de Amaralina fala sobre devoção à Santa Bárbara

Nesta sexta-feira, 4, as igrejas Católicas Apostólica Romana celebram Santa Bárbara. Segundo a tradição religiosa a Santa  foi condenada à morte pelo seu próprio pai, que tentou fazer com que a jovem renegasse a sua fé. Porém, a ela permaneceu firme, tornando-se exemplo de coragem e fé.

Na data festiva é realizado missas e  novenas em louvor à santa, reunindo fies nos templos religiosos do Nordeste de Amaralina, que fazem pedidos e realizam agradecimentos as graças alcançadas.

Como é o caso do morador do Vale das Pedrinhas, Paulo César de 26 anos, que  aprendeu com sua avó a cultivar a devoção pela santa. “Ainda pequeno me recordo em memórias o amor que a minha avó Maria de Lurdes,  tinha pela santa. De tanto ela falar e aquela paixão, resolvi buscar mais sobre a história. Foi aí, que me encantei pela igreja Católica, me tornando adepto em 2004”, relembra.

Segundo Paulo Cesar sua avó tinha o hábito  de nos momentos livres contar histórias sobre suas vivências, em uma delas foi sobre a promessa que fez a Santa na década de 90, após passar por um grande perrengue com seus dez filhos.

 “Se ela  concedesse uma casa a fim de  colocar seus 10 filhos, ela faria todos os anos seguintes um caruru de sete meninas, sempre no dia 4 de dezembro, cumprindo até o ano de 2015”, confidenciou o jovem.

O morador do Vale das Pedrinhas seguindo os passos da avó, se ajoelhou em oração no momento de desalento,  e clamou uma oportunidade de emprego,  e como promessa continuaria a tradição do caruru.  

“Cresci amando a cada dia, ouso a dizer que  ela é a dona dos meus caminhos. Estava buscando minha primeira oportunidade no mercado de trabalho, cansado de portas fechadas, clamei a santa: caso eu tivesse a vitória, daria continuidade  com o legado deixado pela minha avó.

“Em 2017 depois do falecimento dela  a imagem de Santa Barbara foi para minha residência, no meu altar de devoção. Cuido e zelo com muito amor. Uma herança que tenho da minha  querida vozinha, junto a sua devoção aos santos católicos. Após, dois anos de  oração e fé, alcancei a graça. Então, no ano de 2018 (setembro), passei a me preparar durante um ano para realização, em 2019 paguei minha promessa a Santa Barbara, do mesmo jeito que minha avó fazia, além de uma mesa repleta de doces, a fim de agradecer, com muita fé e amor”, explica o devoto de Santa Bárbara”, completou Paulo César.

COMPARTILHAR
Luis Lago
Amante da Literatura, apaixonado pelas Letras. Discente de Letras Vernáculas e Língua Inglesa, poeta, escritor , blogueiro, professor e Repórter do site NES.