Rodrigo Coelho propõe homenagem a professora Clarice no CSU: “mais do que merecido”

Uma homenagem à memória da professora Clarice pelos serviços prestados à educação dentro do Nordeste de Amaralina. Esse é o objetivo do projeto sugerido pelo advogado e candidato a vereador Rodrigo Coelho que dá o nome de “Clarice Pereira dos Santos” ao Centro Social Urbano do Nordeste de Amaralina.

“Guerreira que nunca fugiu da luta, uma das grandes incentivadoras do NORDESTEUSOU, Clarice não era só uma professora, era uma grande Líder do Nordeste de Amaralina. Seu legado jamais será esquecido. Então, nada mais justo que eterniza-la emprestando o seu nome à unidade do Centro Social Urbano. É mais do que merecido”, salientou Coelho.

Homenageada – Clarice Pereira dos Santos ou simplesmente “professora Clarice”, como era conhecida, faleceu no último dia 23 de junho, vítima da covid-19. Nascida e criada na região, Clarice formou-se em magistério no ICEA. Era Pedagoga e pós graduada em História Social, Cultura Africana e Afro-Brasileira. Com serviços prestados à região do Nordeste de Amaralina, Clarice se destacou pela incessante luta em favor da educação e contra o racismo. Ensinou em diversas escolas da região e foi diretora da Escola Santo André por mais de dez anos. Histórica militante, Clarice deixa como principal legado o exemplo de luta em prol daqueles que mais precisam.

Foi uma das fundadoras da Associação dos Moradores do Nordeste de Amaralina e do núcleo da Unegro-Nordeste. Professora Clarice era militante do PCdoB e dos movimentos comunitários, negro, feminista e sindical há 26 anos.

COMPARTILHAR
Tiago Queiroz
Graduado em Comunicação/Jornalismo, e exerce as funções de Editor e Coordenador de Jornalismo do Portal NORDESTeuSOU