[VACINA] Butantan pede autorização para uso emergencial da CoronaVac, diz governo de SP

Prazo para análise dado pela Anvisa é de dez dias

O Instituto Butantan enviou nesta quinta-feira (7) para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o pedido de uso emergencial da CoronaVac, vacina contra a covid-19 produzida pela instituição em parceria com o laboratório chinês Sinovac. A informação foi divulgada pelo governo de São Paulo.

Uma reunião aconteceu nesta quinta entre o instituto e representantes da Anvisa e nela foi relizado o pedido. A vacina teve eficácia de 78% na terceira fase de testes no Brasil, que contou com 13 mil voluntários, confirmou também hoje o governo.

O resultado final do estudo sobre a eficácia é a última etapa necessária para que a Anvisa analise o pedido de autorização de uso da vacina na população brasileira.

O prazo para analisar o pedido de uso emergencial é de dez dias. Para registro definitivo, o prazo é de até 60 dias.

COMPARTILHAR
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.