Você conhece Santa Cruz? Estamos num aglomerado de bairros

Quando se conhece a realidade social de moradores da favela, dificilmente essa população será discriminada.

Por: Ubiraci Santos Agência de Noticias das Favelas

A comunidade de Santa Cruz, instituída na segunda metade do século XX, localiza-se na cidade de Salvador (Bahia) e pertence ao aglomerado de bairros Nordeste de Amaralina -Chapada do Rio Vermelho e Vale das Pedrinhas, que juntos somam cerca de 100.000 (cem mil) habitantes, em sua maioria jovens de cor negra oriundos de famílias de baixa renda e desprovidos de políticas públicas.

De acordo com o geógrafo, Dr. Clímaco Dias da UFBA, as fazendas Amaralina, Ubaranas, Pituba e Santa Cruz foram as áreas base para o surgimento dos bairros que compõem o aglomerado de bairros citados.

A vinda da missionaria italiana Anna Sironi, deu à comunidade contribuições relevantes como: instituição da associação de moradores, uma escola, e igrejas, na década de 1960. (Outras religiões também estão presentes na comunidade de Santa Cruz).

Com a expansão do seguimento imobiliário, o então Prefeito de Salvador Sr. Fernando Wilson, visando garantir uma reserva ambiental estendida aos quatro bairros, criou em junho de 1978 o Decreto-Lei nº. 5.403/78 que culminou com o projeto de urbanização local. Em relação ao comércio de Santa Cruz, segundo a SETRAS – Programa Viva Nordeste, a primeira casa comercial do bairro foi o armazém de Manolo, nos anos de 1960. Hoje tem expandido o número de estabelecimentos na comunidade, com peixarias, barbearias, lojas de eletrônicos, açougues, farmácias, bares, mercados, sapateiro, padarias, pizzarias, dentre outros.

Ainda sobre a evolução do comércio, o advogado Edmilson Santiago, morador há mais de 50 anos, informou que grande parte da população local se deslocava para a Feira de São Joaquim (Água de Menino – Comércio de Salvador) para aquisição de mercadorias, contudo, nas últimas décadas tem percebido moradores realizando sua compra no próprio bairro.

No alto da Santa Cruz e adjacências, Mestre Bimba desenvolveu a modalidade de capoeira conhecida como Luta Regional Baiana. Bimba fundou uma academia no Nordeste de Amaralina, na década de 1950, e formou mestres de capoeira que atuam até hoje como: Mestre Boa Gente, Mestre Bozó e muitos outros.

Na comunidade de Santa Cruz tem um campo de futebol localizado na Rua do Futuro, próximo à Escola Municipal José Calazans Brandão da Silva. O campo, além de servir para a prática esportiva, ainda possibilita a interação social entre crianças, adolescentes, demais familiares e amigos.

* Matéria publicada no Jornal A Voz da Favela, edição de Abril 2019

COMPARTILHAR
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.