[Sintonia de Amor] Devo transar no primeiro encontro?

Boa tarde leitores do Nordesteusou. Primeiro gostaria de agradecer a vocês pelo espaço. Achei super valida a iniciativa de nos dar a chance de dividir com a comunidade nossas experiências amorosas. No meu caso é uma dúvida: vocês acham certo transar no primeiro encontro?


Conheci João há mais ou menos um mês, na praia de Amaralina. Moreno, cabelo raspado e pele tatuada. Realmente chama à atenção. Estava com umas amigas, na barraca de Binho, ali na região do Malaô, um pouquinho antes do Largo das Baianas. Era uma segunda-feira, dia 11 de outubro, véspera do feriado. Como estava folgando, resolvi tomar um solzinho despretensioso com as “migas”. Apesar de estar solteira há quase um ano, não sair com intenção de pegar ninguém.


João estava acompanhado de uns amigos. Ficamos trocando olhares. Quando fui dar um mergulho por conta do calor e das caipiroskas que “esquentavam” a minha mente fui surpreendida por ele, que chegou por trás tocando minhas costas. Tomei um susto! Ele foi super educado. Disse que era policial militar, morava no Vale das Pedrinhas e que queria me conhecer. Não vi nada de mais. Ah, me chamo Vanessa, tenho 21 anos e sou professora. Começamos a conversar, de forma bem amistosa. Não vou mentir, fiquei balançada…Mas não poderia ceder e me mostrar assim tão fácil. Risos. Voltei para minha mesa. Ele fez o mesmo. Os olhares continuaram agora acompanhados de pequenos sorrisos. A roska dava os primeiros sinais. Já estava tontinha! O sol baixou e resolvemos ir embora. Moro na Chapada do Rio Vermelho, como estava com preguiça resolvemos nos secar e chamar um Uber. Quando estava na balaustrada, fui novamente surpreendida. Era João. Disse que não se perdoria se me deixasse ir embora sem ao menos pegar meu Whats App, que eu era linda, etc etc etc…


Como também estava interessada acabei cedendo e lhe passei meu contato. Dois dias se passaram e começamos a tricotar pelo aplicativo. Nunca gostei de me relacionar com ninguém aqui do Complexo, prefiro pessoas de fora. No entanto, acabei seduzida pela educação e pelo bom papo de João. Entre os assuntos das nossas conversas, sexo. Marcamos para sair. Será neste sábado, um barzinho. Como já tenho um tempo solteira, não vou mentir que estou subindo pelas paredes. Mas ai bateu a dúvida e a insegurança: Devo transar no primeiro encontro? Será que ele vai achar que sou vagabunda? Gente me ajudem!!! Beijos


Obs: por motivos de privacidade resolvi mudar os nossos nomes. Beijos, gente.

COMPARTILHAR
Personagem Fictício, Formada na vida dos outros e completamente apaixonada por babados.