[Opinião] Por que o SUS não deve ser privatizado?

Foto: Reprodução

Por Alberto Neto*

Caro leitor, escrevo esse texto para tentar esclarecer a toda comunidade a importância que o SUS (sistema único de saúde) tem na vida de todos os brasileiros e o porquê você deve defendê-lo sempre.
O SUS foi criado em 1988 pela sétima Constituição brasileira, que determina que é dever do Estado garantir a todos saúde de qualidade.
Antes de ser oficializado, na década de 70 e 80, vários grupos se empenharam em um movimento sanitário com o objetivo de criar para um país um sistema universal de saúde, em especial, a Pastoral da Criança.
Quando tratamos sobre esse sistema é bom que fique claro para o leitor que o mesmo atua em várias esferas do nosso país e muitas vezes passam despercebido por nós.


O SUS abrange todos os atendimentos em saúde. Desde os postos de saúde espalhados em todo o país até os grandes hospitais públicos e privados que também recebem verbas. Engloba a Samu em acidentes de trânsito, no sistema de transplantes de órgãos, na assistência integrada de tratamento para portadores de HIV, doenças crônicas, câncer, Hanseníase e tuberculose. O SUS também é responsável por garantir a população mais de dezessete vacinas para combater vinte doenças em diversas faixas etárias. O sistema é administrado de forma triparte, ou seja, pelo financiamento tanto do governo Federal , Estadual e Municipal. É dever dos três poderes aplicar verbas para o desenvolvimento do sistema.


Existem muitas críticas n em relação ao SUS, pelo fato de o mesmo não ter eficiência como assim foi idealizado na nossa Constituicão. A análise que precisamos fazer deve ser sempre macro, pois existem três pontos consideráveis para entendermos melhor: a corrupção do país que é demais e acaba sendo desviados recursos que deveriam ser investidos, a má administração por conta do Estado e gestores e a grande quantidade de brasileiros que dependem do sistema.


Meu caro, a nossa luta tem que ser em prol da valorização do SUS e para que seja eficaz para todos.
Na semana passada, o Presidente da República apresentou a proposta de privatização que acabou sendo revogada.


A tentaiva de privatização do SUS é uma forma de destruir aquilo que é belíssimo, mas o Estado não deseja que seja colocado em prática. É retirar um direito de milhões de brasileiros que não têm como pagar por saúde.
Usar a falta de eficiência do Estado para criar um discurso de privatização é reacionário além da conta.
Você paga pelo SUS. Não apoie a sua própria condenação. Defenda-o sempre. O SUS é nosso!

*Alberto Neto é historiador, ativista social e morador do Nordeste de Amaralina

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.