Morador do Nordeste de Amaralina se diz vítima de calúnia e afirma: “Só quero ter o direito de me defender”

Morador da Nova República, no Nordeste de Amaralina, Joel Nascimento, 50 anos viu sua vida virar de cabeça para baixo nos últimos três meses. O rapas, que atualmente trabalha como locutor, afirma que tem sido vítima de diversas acusações, segundo ele “infundadas”, por parte da sua irmã.


“Minha irmã morava há trinta anos no Rio de Janeiro e recentemente voltou para Salvador. Ela esta doente e tem saído dizendo a todo mundo que eu quero estuprar ela, que eu maltrato ela e minha mãe. Esses áudios estão circulando e estou sofrendo com isso…”, conta Joel que ficou conhecido na comunidade por seu trabalho como compositor e cantor do grupo junino Samba Elite.


Ainda de acordo com o músico, o fato passou a ser explorado por supostos algumas pessoas que teriam intenção de prejudica-lo:


“Quem tem a intenção de me prejudicar vem espalhando essas coisas nos grupos de Whats App do Nordeste de Amaralina. Não tenho bandeira política… Estou sendo acusado por pessoas que não têm caráter, principalmente aqui da Nova República. Pessoas que têm pretensões políticas e que pensam que eu posso ocupar o lugar delas. Eu posso ser morto, injustamente…A gente não esta na cabeça de ninguém. Só quero o direito de me defender. Estou preocupado, não somente eu como minha mãe”, explica.


“Todo mundo aqui na comunidade me conhece. Eu tenho 50 anos que moro aqui. Eu tenho uma história muito bonita na minha vida que conquistei com muita dignidade. Fui cantor do Samba Elite e tenho músicas gravadas por bandas Banda Cheiro de Amor, Olodum”, finaliza Joel.

COMPARTILHAR
Graduado em Comunicação/Jornalismo, e exerce as funções de Editor e Coordenador de Jornalismo do Portal NORDESTeuSOU