Bailarino do TCA é encontrado morto em casa; Secretaria de Cultura lamenta

Companheiro da vítima, um homem de 27 anos, foi detido por suspeita do crime

Um integrante do Balé do Teatro Castro Alves (BTCA) foi encontrado morto dentro do apartamento onde morava, na Avenida Professor Magalhães Neto, na Pituba, em Salvador. O corpo de Ajax Vianna, de 60 anos, foi achado na quarta-feira (23), com sinais de agressão.

O namorado da vítima, um homem de 27 anos, foi detido por suspeita do crime. Conforme a Polícia Civil, ele já possui passagens por estupro de vulnerável. Antes de ser detido por suspeita de matar o companheiro, ele já tinha um mandado de prisão em aberto. O homem foi encaminhado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Em nota, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult) lamentou a morte de Ajax, que era conhecido como o “John Travolta da Bahia”. De acordo com a pasta, o bailarino, que era natural de Salvador, começou a estudar dança na segunda metade dos anos 1970, na Escola de Ballet Ebateca.

“[Ajax Vianna] Passou ainda pela Escola de Dança Cultura Física e pelo Ballet Bahiano de Tênis. Também fez parte do grupo de dança Frutos Tropicais. Entre fins dos anos 1970 e início dos anos 1980, chegou a ganhar 18 concursos de dança de discoteca, ritmo que imperava naquele momento, tanto que ficou conhecido como o “John Travolta da Bahia”. Entrou para o BTCA no ano de 1982, dedicando-se à instituição ao longo de 38 anos. A SecultBA manifesta suas condolências aos amigos, familiares, e a todo o corpo artístico do BTCA”, afirmou.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.