[Coluna NES] O golpe na Proclamação da República.

por Alberto Júnior

Meus caros, neste artigo, disserto para explicar ao leitor, quais foram os caminhos que levaram à proclamação da República no Brasil e seus primeiros anos.


Pra inicio de conversa, a república é proclamada no Brasil em 15 de novembro de 1889 por meio de um golpe liderado pelos militares, tendo então, o marechal Deodoro da Fonseca (o bunda mole e perna seca) como o primeiro presidente que não foi eleito pelo povo, mas sim, colocado no executivo federal sem nenhuma competência.
No contexto em que o Brasil ainda era um império, três grupos sociais se desgastaram com o governo do imperador dom Pedro II.


Os militares, saíram vitoriosos da guerra do Paraguai em 1870 e queriam naquele contexto participação política, que não tinham.
O segundo grupo é a igreja, que se desgastou da imagem do imperador, pois o mesmo apoiava padres e bispos aqui no Brasil que tinham envolvimento com a Maçonaria.


O último grupo era a velha oligarquia agrária cafeeira, mais forte em relação a igreja e os militares, pois a abolição da escravatura se deu no ano anterior , em 1889 e os senhores não receberam uma indenização do governo imperial pelos escravizados que perderam com a lei Áurea (foram chamados,então, de republicanos de última hora).


Diante disso, os militares com os dois primeiros setores sociais citados nos parágrafos acima orquestraram o golpe e proclamaram a república no Brasil.


A maioria dos historiadores concordam que o 15 de novembro foi um golpe, porque, grande parte da sociedade brasileira, à época, não participaram e nem tinham ideia sobre o que estava acontecendo no país.
Outro ponto importante de entender como golpe, é que a república veio, porém, foram mantidos os mesmos interesses da velha elite agrária, colocando de escanteio a classe mais vulnerável do país, sobretudo os negros que eram maioria na época.


Caro leitor, nos primeiros anos da República no Brasil tivemos uma cidadania limitada, principalmente, no tocante a termos os nossos direitos respeitados, onde só homens, maiores de 21 anos e alfabetizados tinham direito ao voto que não era secreto e sim aberto. Ou seja, um grupo minoritário, formado por aristocratas, controlava a política brasileira.


A participação plena da cidadania no Brasil, tivemos a partir da constituição Federal de 1988, onde todos os cidadãos brasileiros tiveram de fato o direito ao voto.
Contudo, a república é considerada a forma mais democrática de se fazer política, pois nela escolhemos quem vai nos representar frente às decisões de um país soberano.

COMPARTILHAR