Deputado baiano sugere Carteira de Vacinação Digital para acesso a bares e restaurantes

Foto: Tiago Caldas/CORREIO

O deputado Paulo Câmara (PSDB) sugeriu aos gestores baianos a baixarem um decreto normatizando e condicionando o acesso a bares e restaurantes na capital e em todo a Bahia mediante apresentação da Carteira de Vacinação Digital, ou documento similar, comprovando a imunização contra a Covid-19.


Nas proposições, o parlamentar chama atenção para a quantidade de pessoas adultas que ainda não se vacinaram no Estado. Mais de 290 mil ainda não tomaram a segunda dose na Bahia, 50 mil somente em Salvador, sendo que cerca de 100 mil estão aptas a tomar a primeira dose, mas não procuraram os postos de imunização da capital. De acordo com a Secretaria de Saúde de Salvador, a maioria da população que ainda não compareceu aos postos de imunização possui faixa etária entre 18 e 29 anos, idades mais ativas em bares e restaurantes.


“Desse modo, faz-se importante medidas que auxiliem no incentivo à vacinação, foco dessa minha indicação. Exigir a comprovação da imunização não só protege os frequentadores dos estabelecimentos, como dá a garantia de que todos ali estão seguros, por todos encontrarem-se obrigatoriamente vacinados. É dever de todos lutar para o fim dessa pandemia e a vacina é, sim, nossa maior arma contra a proliferação desse mal que nos assola”, defendeu Paulo Câmara, ao lembrar que a pandemia já matou mais de 575 mil pessoas no Brasil.

COMPARTILHAR
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.