[Eleições 2020] Nordeste de Amaralina mais uma vez não terá representante na CMS; veja raio-x do pleito

Como dizia um dos poetas do rock brasileiro, Cazuza: “Um museu de grandes novidades”. Assim pode ser definido o resultado da eleição municipal na região do Nordeste de Amaralina.  Num universo de quase seis dezenas de eleitores, o Complexo composto pelos bairros do Nordeste Vale das Pedrinhas, Santa Cruz e Chapada segue sem um representante genuinamente local. Grande votação nos chamados candidatos “de fora”, além da pulverização de candidaturas “do bairro” são alguns dos fatores responsáveis pelo Nordeste mais uma vez não conseguir eleger “seu vereador”.

Na soma geral, o candidato da Igreja Universal, Luiz Carlos, do partido Republicanos, aparece na ponta com 2.580, somados a 2ª e 13ª zonais. No caso de Luiz Carlos, a expressiva votação pode ser creditada somente a questão religiosa, uma vez que, o edil, que vai para o seu segundo mandato, não tem nenhum trabalho de destaque realizado dentro da comunidade.  Na segunda colocação aparece Claudio Tinoco com 2.379 votos seguido do correligionário Alexandre Aleluia (DEM) com 2.131. Destaque também para Sidninho (Podemos) com 1.484, Sílvio Humberto (PSB), 1.009 e a novata Roberta Caires (DEM) com 847.

Rodrigo Coelho – PT foi o mais votado entre os moradores do Nordeste de Amaralina com 1.015 votos.

Da casa – Entre as candidaturas legitimamente do Complexo Nordeste de Amaralina, o advogado Rodrigo Coelho (PT) foi o mais lembrado entre os eleitores da 2ª e 13ª zonais. Dentre os seus 1.693 votos, Coelho obteve 1.015 dentro da região. O petista é seguido por Paulo Comunidade (PTB), com 717 votos no bairro e 854 no geral; Márcia Ministra (PSOL), 415 no bairro e 912 no geral;  Creislã Leal (DC), 332 no bairro e 1021 no geral ;  Marcia Pitta (PSOL), 224 no bairro e 780 no geral; Missinho (DC) 413 no bairro e 514 no geral; Jadson Ferreira (PV), 352 no bairro e 753 no geral; Pastor Juarez (PL), 400 no bairro e 570 no geral; Dode (PMN), 623 no bairro e 713 no geral; Toninho Bonfim (PC do B), 430 no bairro e 673 no geral; Professor Luis Damasceno, 240 no bairro e 365 no geral; Adriana Santos (PV), 55 no bairro e 191 no geral; Cristiano Santos (Republicanos), 327 no bairro e 902 no geral; Onã Ruda (PC do B), 148 no bairro e 631 no geral; Bianca Bonfim  (PV), 170 no bairro e 240 no geral; Gabby Santana (PSB), 150 no bairro e 270 no geral; Adilson Guedes (PSD), 211 votos no bairro e 250 no geral.

Lista na ordem dos mais votados;

Rodrigo Coelho PT – 1.015

Paulo Comunidade – PTB (inelegível) 717

Dode PMN – 623

Bonfim PCdoB – 430

Marcia Ministra PSOL – 415

Missinho DC – 413

Pastor Juarez PL – 400

Jadson Ferreira PV – 352

Creislã DC – 332

Cristiano Santos REPU – 327

Luís Damasceno – REDE 240

Marcia Pitta PSOL – 224

Adson Gudes PSD – 211

Gabby Santana PSB – 150

Onã PCdoB – 148

Adriana PV – 55

Fonte: TSE Apuração

Destaque também para o grande número de votos brancos e nulos, 6.560 e 9.724, respectivamente.

Mico – Nas eleições desse ano, o Troféu Mico do ano vai para o candidato do PSB, José Trindade, que com seus 3.613 votos não conseguiu se reeleger. Na região do Complexo Nordeste de Amaralina, onde pelo que dizem Trindade teria investido pesado, obteve apenas 354 votos. Além do fracasso nas urnas, José Trindade ficou marcado pelas inúmeras denúncias de “maus tratos” vindas das suas próprias lideranças. Pesa contra ele também a acusação de não cumprir acordos firmadas com o seu pessoal…

E que venha 2024….


COMPARTILHAR
Tiago Queiroz
Graduado em Comunicação/Jornalismo, e exerce as funções de Editor e Coordenador de Jornalismo do Portal NORDESTeuSOU