Primeira vacinada contra Covid-19 na Bahia é diagnosticada com a doença antes de tomar segunda dose

Para a vacina atingir a eficácia máxima, as pessoas tem que tomar as duas doses e respeitar a "janela imunológica" - tempo que o corpo leva para produzir os anticorpos contra o vírus, explica Ceuci Nunes

Por Metro 1

A primeira pessoa vacinada contra o coronavírus na Bahia, a enfermeira Maria Angélica de Carvalho Sobrinho, de 53 anos, foi diagnosticada com a doença antes de receber a segunda dose do imunizante. Ela está internada no Instituto Couto Maia, em Salvador, com estado de saúde estável.

A profissional de saúde começou a sentir mal estar entre os dias 12 e 13 de fevereiro. Ela iria tomar a segunda dose no dia 16. Segundo a médica infectologista Ceuci Nunes, diretora geral do hospital onde ela se encontra, Maria está bem, usando pouco oxigênio, mas sente um pouco de desconforto ao se movimentar.

Ceuci explica que para a vacina atingir a eficácia máxima, as pessoas tem que tomar as duas doses e respeitar a “janela imunológica” – tempo que o corpo leva para produzir os anticorpos contra o vírus.

COMPARTILHAR
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.